O Meio Termo de Ouro para pais e mães

Aristóteles nos fala do “meio termo de ouro”. Devemos ser corajosos, nem mais nem menos: coragem de menos é covardia; coragem de mais é audácia. Devemos ser generosos, nem mais nem menos: generosidade de menos é avareza; generosidade de mais é extravagância.

Pitágoras também diz:

“Ousar pouco é não ir além, ousar demais é utopia.”

“Prudência de mais é timidez, de menos é irresponsabilidade.”

Com os filhos, nos deparamos com uma série de situações em que o limiar entre a falta e o excesso nem sempre é claro. Assim, segue uma lista de reflexões (nada fáceis) sobre equilíbrio.

O “Meio Termo de Ouro” para Pais e Mães

Proteção de menos é negligência; proteção de mais é aprisionamento.

Proteção de menos é negligência; proteção de mais é aprisionamento.

Incentivo de menos é descaso; incentivo de mais é bajulação.

Incentivo de menos é descaso; incentivo demais é bajulação.

Fantasia de menos é apatia; fantasia de mais é alienação.

Fantasia de menos é apatia; fantasia de mais é alienação.

Confiança de menos é paranoia; confiança de mais é cegueira.

Confiança de menos é paranoia; confiança de mais é cegueira.

Sensibilidade de menos é frieza; sensibilidade de mais é fragilidade.

Sensibilidade de menos é frieza; sensibilidade de mais é fragilidade.

Interesse de menos é abandono; interesse de mais é invasão.

Interesse de menos é abandono; interesse de mais é invasão.

Orgulho de menos é submissão; orgulho de mais é arrogância.

Orgulho de menos é submissão; orgulho de mais é arrogância.

Responsabilidade de menos é inconsequência; responsabilidade de mais é culpa.

Responsabilidade de menos é inconsequência; responsabilidade de mais é culpa.

Dedicação de menos é egoísmo; dedicação de mais é autoanulação.

Dedicação de menos é egoísmo; dedicação de mais é autoanulação.

Orientação de menos é omissão; orientação de mais é imposição.

Orientação de menos é omissão; orientação de mais é imposição.

Ajuda de menos cria insegurança; ajuda de mais cria dependência.

Ajuda de menos cria insegurança; ajuda de mais cria dependência.

Posicionamento de menos é indecisão; posicionamento de mais é radicalismo.

Posicionamento de menos é indecisão; posicionamento de mais é radicalismo.

Compromisso de menos é ausência; compromisso de mais é apego.

Compromisso de menos é ausência; compromisso de mais é apego.

Tolerância de menos é opressão; tolerância de mais é permissividade.

Tolerância de menos é opressão; tolerância de mais é permissividade.

Rotina de menos é caos; rotina de mais é escravidão.

Rotina de menos é caos; rotina de mais é escravidão.

Paciência de menos é descontrole; paciência de mais é paralisia.

Paciência de menos é descontrole; paciência de mais é paralisia.

Informação de menos limita; informação de mais confunde.

Informação de menos limita; informação de mais confunde.

Amor de menos é vazio; amor de mais… é mais amor.

Amor de menos é vazio; amor de mais é mais amor.

Diferentemente dos anteriores, não há limites para o amor. Amor nunca é demais. Quanto maior for o amor, maior também será nossa chance de permanecermos protetores, incentivadores, criativos, confiantes, sensíveis, interessados, satisfeitos, responsáveis, dedicados, orientadores, prestativos, determinados, compromissados, tolerantes, organizados, pacientes e formadores.

_________________________

Veja também:

Decálogo dos meus desafios

Carta a meus filhos

Mãe é envelope

Anúncios

14 pensamentos sobre “O Meio Termo de Ouro para pais e mães

    • Oi, Loreta,
      Se pararmos para pensar, isso se parece com aprender a andar, a andar de bicicleta ou de patins: “aprendemos a ter equilíbrio perdendo-o”. Com amor a gente chega lá 😉
      Beijos!!!

  1. Otimo post, Marusia! vou lembrar sempre de tudo isso, qdo estiver “pecando” pelo excesso! bjss e otima semana.
    Tamy #amigacomenta

  2. Muito bom seu post!! É meio complicadinho ser mãe, né?? Achar o caminho certo, ou pelo menos o caminho com menos pedras… E esse meio termo pra quase tudo?? Ainda bem que para o amor ele não existe!!!

    Beijão.
    @_maejestade

  3. Adorei!!!Muito lindo, muito necessário para se refletir e praticar, deveríamos fazer uns adesivos com as frases e colar pela casa toda!

    • Oi, Alyne!
      Este foi um post que levou muito tempo para ficar pronto. A cada insight, a cada situação em que essas atitudes eram requeridas, uma nova anotação era feita no caderno. E assim foi, até tomar corpo de texto. As figuras também foram escolhidas e tratadas com cuidado. Todo esse processo reflete bem a interiorização do que o próprio post diz. Pra mim, é um lembrete diário desta arte do equilíbrio – tão necessária.
      Um beijo!

  4. Parabéns. Usarei com momentos de reflexão em minha equipe de trabalho. Obrigada, querida por esta socialização que nos instiga a pausar e refletir. Abraços

    Elisângela

    • Olá, Elisângela!
      Fico feliz, muito obrigada por compartilhar! O Meio Termo de Ouro realmente é aplicável em casa, no trabalho, em qualquer âmbito das relações humanas.
      Abraços!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s