Se os homens amamentassem

Blogagem coletiva proposta por Rede Mulher e Mãe

Sites visitados:

Por que o homem tem mamilos se eles não amamentam?

Bizarro, porém verdade: Machos podem produzir leite

Livro responde questões como “Por que os homens têm mamilos?”

Por que o homem tem mamilos?

Bombril: a marca que NÃO evoluiu com as mulheres

______

Com 3 anos, meu filho me perguntou:

– Por que homem não pode dar de mamar?

– Ué, porque só a mulher tem peito.

– Não. (Mostrando o mamilo): Eu também tenho peito.

Claro que explicar para uma criancinha sobre glândulas mamárias e tudo mais era muito. Dei risada mas fiquei me perguntando: Por que o ser humano macho tem mamilo, afinal?

Para minha surpresa, não era uma dúvida tão infantil assim. Houve gente fazendo pesquisa séria e até publicando livro sobre o assunto. Descobri, também, que na verdade é muito mais uma questão de hormônio do que estrutura mamária (fato: por conta dos hormônios na gestação, meninos podem nascer com leite no peitinho e meninas recém-nascidas podem ter uma “pseudomenstruação”).

Descobri até que houve casos de homens que amamentaram seus filhos. Fiquei pensando se a moda pega.

Se os homens amamentassem…

… os cuidados com os recém-nascidos seriam divididos. Pai e mãe revezariam nas mamadas. Com intervalos maiores para cada um, as rachaduras nos mamilos teriam mais tempo de recuperação.

… enquanto um dava de mamar, o outro poderia cuidar dos filhos mais velhos, amenizando o ciúme entre irmãos.

… a licença-maternidade seria de 6 meses para o casal. Assim, não haveria mais discriminação no mercado de trabalho, já que as condições seriam as mesmas para homens e mulheres.

… ficaria muito mais fácil a amamentação exclusiva dos gêmeos e trigêmeos, hoje tão comuns.

… ficaria muito mais tranquilo no caso de impedimentos para a mãe.

… teria muito mais gente para abastecer os bancos de leite humano.

… a amamentação em público seria vista com naturalidade, e não como um “atentado ao pudor”. Aliás, os homens já estão acostumados a ficar sem camisa.

… os homens poderiam vivenciar mais intimamente o vínculo físico com os filhos.

… as crianças chamariam indistintamente “mamãe” e “papai”.

Esse último tópico é digno de reflexão. Nós mulheres reclamamos de incompreensão por parte dos homens e imensa sobrecarga. Mas estaríamos nós dispostas a dividir esse poder? De não sermos “exclusivas” na preferência das crianças?

E mais: as mulheres aprovariam uma legião de homens tão “maternais”? Basta olhar as fotos de homens amamentando para que se gere automaticamente um sentimento de desconforto.

Já que os homens não amamentam…

… não sentem literalmente na pele e, por isso, para compreenderem a dimensão da tarefa, precisam ser INCLUÍDOS.

O homem deve olhar para seus próprios mamilos como lembretes: de que ele – aliás, toda a espécie humana – nasceu de uma mulher.

Vale lembrar que a amamentação é coisa recentíssima em nossa sociedade pós-guerra. Os homens simplesmente não entendem o valor de empunhar essa bandeira, que é a razão dessa blogagem coletiva.

Em vista do desrespeito descomunal com o que as mulheres vêm sendo tratadas, a reação raivosa é natural e mesmo a mais provável. Sim, é preciso divulgar e denunciar esse desrespeito, e é por isso que EU DIGO #BASTA.

Entretanto, como diz minha mãe, “não lamente o caos. Coloque nele o elemento faltante”. Desqualificar os homens, enquadrando-os como “Homers Simpsons”, egoístas, fracos para a dor, desorganizados, ineptos, grosseiros ou violentos NÃO AJUDA. Na menos pior das hipóteses, ficamos no zero a zero.

“Bombril: a marca que evoluiu com as mulheres”. Se isso é evolução feminina, eu tô fora!

Não é observando o lugar atual do homem e se igualando na baixaria e truculência que a mulher vai encontrar o seu lugar. Tenho dois filhos homens e não é esse o legado que eu espero dar a essa geração. Se eu me apego a esse imaginário e martelo a mesma tecla dos valores distorcidos de uma sociedade doentia, o que posso esperar dos meus filhos? Que sejam “Homers Simpsons”?

Por isso, acredito em um posicionamento de respeito mútuo.

Finalizo o post com a frase que disse a meu filho de 3 anos:

– Você não pode dar de mamar, mas pode abraçar seu filhinho bem juntinho, para que ele escute o seu coração. Igual ao que o papai faz com você.

Anúncio Nívea Baby – coração com coração

Veja também:

Baixinho e careca

Quando não é possível amamentar – Marusia fala

Amar é…

This post in English: If men breastfed

Anúncios

6 pensamentos sobre “Se os homens amamentassem

  1. Olha! Comecei pensando “Que beleza! Poderia ter dormido mais nas primeiras semanas”, mas imediatamente bateu a ciumeira! Engraçado, mas mesmo hipoteticamente falando eu quero ser a alimentadora exclusiva. Reflexão legal!
    Beijos

  2. Marusia:
    Adorei seu post! Realmente é uma visão nova em tantos posts sobre o #basta.
    a questão do homem amamentando e do modo como vc colocou isso para seu filho é tão legal que até me senti culpada por acusá-los tão fortemente…
    Meu marido foi um super companheiro e tanto ele quanto nossos amigos aproximam-se muito mais do perfil que vc apresentou a seu pequeno indagador…
    É muito bom podermos contar com outras leituras e enriquecermos nosso ponto de vista!
    Abraço

  3. Olá!
    Meu nome é Camila Gouvêa. Sou jornalista e entendendo que minha profissão não é somente um trabalho mercadológico, mas também um instrumento social.
    Por acreditar em seu papel social, minha amiga, também jornalista, Denise Costa, e eu, estamos colocando no ar o blog http://pragenteplugada.wordpress.com/.
    Com ele, nossa proposta é debater o uso da Internet, principalmente por crianças, jovens e adolescentes. Queremos mostrar que, justamente por ser um meio que veio para ficar, é preciso que saibamos como manuseá-lo.
    Claro que estamos caminhando… Há muito o que se aprender e esse é o nosso papel colaborador: Dar dicas, informar, debater a segurança, orientar e, claro, explorar junto com quem é plugado esse mundo tão infindável.
    Nosso blog acabou de nascer. Ainda é simples no que se refere a layout, mas queremos recheá-lo com conteúdo que possa auxiliar os pais a desvendarem tabus sobre a rede, os professores a usá-la a favor da educação e os jovens e crianças a usufruírem desse universo com segurança e responsabilidade, sempre a favor do conhecimento.
    Enfim, meus amigos, queremos apresentar a vocês uma nova plataforma para acrescentarmos conhecimento. Se você é plugado, vem com a gente!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s