Meu filho vai usar óculos

Hoje descobri que meu filho de 8 anos vai usar óculos. Eu uso, meu marido usa, herança de família, previsível. Tanto que desde os 4 anos nós fazíamos os exames dele, sempre zerados. Este ano, já vinha desconfiando de uma dificuldadezinha. Agora, foi confirmado. Aqueles olhos tão lindos e expressivos, que são sua marca registrada, agora por trás das lentes. Coisa pouca, dá até para ele dispensar os óculos para jogar bola. Mas tanta coisa me veio à cabeça, de repente!

Uso óculos desde os 6 anos. Por um longo período, fui a única da turma. Pequenininha, magrinha, quietinha e CDF, era o alvo perfeito da gozação. Igual à minha mãe. Só que, até bem pouco tempo, isso era visto como “coisa de criança”.

Pelo menos em casa, todo mundo passava pelos mesmos percalços. E também por situações engraçadas, como sair do mar (meio deslocado, por causa da correnteza) e simplesmente não conseguir localizar o guarda-sol da família na praia. Ficávamos observando de longe, morrendo de rir, o irmão “Mister Magoo”, perdido, espremendo os olhinhos junto de cada sombreiro, em busca de um vulto conhecido.

Aos 12 anos, minha mãe me presenteou com um par de lentes de contato. Foi uma revolução tão grande para mim que acabei abusando. Resultado: desenvolvi um ceratocone, um problema na córnea que me impede de operar e usar lentes maleáveis. Tô refém dos óculos.

Então, essas lembranças me assaltaram como no dia em que meu filho saiu do jardim de infância e foi para uma “escola grande”. Pensei com meus botões: puxa, ele vai viver tanta coisa aqui… ter experiências que vão marcar pra toda vida. A primeira prova, o primeiro namoro, a turma… A primeira nota baixa, a primeira decepção… E agora, José, enfrentar isso tudo com óculos!?

Não tem como evitar a associação de uma pessoa de óculos com o “intelectual”. Isso espanta, de início, as paquerinhas. Quando Herbert Vianna cantou “Por que você não olha pra mim? Atrás dessa lente também bate um coração” me vi inteira. Toda uma tribo, que também se identificou, ficou inconformada quando o cantor do Paralamas fez a cirurgia corretiva nos olhos.

Ainda bem que, no dia em que eu e meu marido nos conhecemos, eu estava de óculos! Ninguém pode dizer que foi propaganda enganosa kkkkkkkk!

Mas várias coisas me tranquilizam. Hoje, os pais e professores estão mais atentos, e várias crianças da turma do meu filho já usam óculos (não vai ser o único diferente). Hoje, a humilhação antes tida como “coisa de criança” já tem até nome: Bullying. Já existem vários estudos, livros e até projetos de lei sobre o assunto, e escolas preocupadas em banir essa prática para todo o sempre – ainda que eu saiba que a garotada, mesmo assim, pode ser cruel às vezes.

Mais tarde, espero que ele possa fazer a cirurgia (e que inventem uma tecnologia bem joia para mim, também). Até lá, minha função como mãe (e autoridade no tema que vive isso no cotidiano) é munir meu filho de uma autoestima tão inabalável que seus óculos se transformem em mero detalhe. Um objeto útil para aumentar a nitidez de sua visão e só.

 Chego à seguinte conclusão:

Não podemos evitar que nossos filhos passem por determinadas experiências, mesmo as difíceis. Aliás, NÃO TEMOS O DIREITO de impedir que nossos filhos passem por situações que podem fazê-los crescer.

Tudo só depende de como os preparamos.

Tudo só depende do ponto de vista.

“Atrás dessa lente tem um cara legal” demais, que tem um futuro lindo pela frente.

Anúncios

9 pensamentos sobre “Meu filho vai usar óculos

  1. Querida, quanta sabedoria!
    Certamente, gostaríamos de impedir todo e qualquer sofrimento de nossos filhos e quão surpreendente é nos darmos conta de que isso não seria um sonho, mas um pesadelo, pois roubaríamos deles inúmeras oportunidades de expansão e criatividade.
    Agora, pra aliviar ainda mais seu coração de mãe, vou te contar um segredo: esse preconceito com os óculos tem vida curta! Na Universidade, o menino “mais super hiper gato de todos” usava óculos e fazia todas as meninas suspirarem. Era impossível não ficar encantada com seu charme irresistível e é claro: sonhar com o momento em que Clark se transformaria em Super Man. Resultado: hoje em dia, nem sei qual dos dois eu acho mais lindo! Na dúvida, namoro os dois! Beijos!

  2. Compartilho sua opiniao em todos os aspectos, inclusive como usuária e mae de um filho que faz parte da familia Magoo. Reforcar sua auto-estima é a chave. Apesar da alta miopia e de ser meio intelectual ele recebe vários elogios em relacao a sua aparencia. Tenho a impressao que para os meninos é menos difícil. Só me resta esperar a cruel adolescencia que nao está longe e ver o que acontece…

  3. querida, pensa no futuro: eu, particularmente, acho um charme homem de óculos!! hehe
    mas, brincadeiras à parte, na minha casa, todos usam óculos menos eu (por enquanto). E eu sempre quis usar, desde pequena… vai entender…
    Acho que, você lidando de uma forma leve, procurando reforçar a autoestima dele, evitando reviver suas dores nesse fato da vida DELE, tudo vai correr bem. Tem cada óculos bacana e moderninho hoje em dia, bem diferente do nosso tempo…
    Com certeza terá uma fase de adaptação, mas há de dar tudo certo. E pensa no futuro, pensa no futuro… o ar de intelectual vira um trunfo…
    beijocas

  4. Simplesmente adorei seu post! Já lí um monte de vezes, ri e chorei. Descobri na última sexta-feira que meu filho de 06 anos precisa de óculos e ainda estamos fazendo alguns exames para definir exatamente a graduação e etc. O primeiro impacto foi duro,susto e medo.Mas agora, depois de ler o seu texto, leve e real, consigo “exergar” melhor como ajudar/preparar o meu filho. Obrigada!!!

  5. oi
    descobri agora que minha filhinha a minha princesinha dos olhos azuis terá que usr oculos, ela esta com 4 aninhos, e um grau alto 4,25 de astgmatismo em cada olho, foi um susto,pois nunca imaginei, ela ja lê e escreve algumas coisas sem nunca ter ido a escola, não tem dores de cabeça e nunca demonstrou nenhum sintoma, apenas fechava os olhos perante a claridade, mas como os olhos são azuis achei que era alguma sensibilidade então levei ao oftalmo, não acreditando peguei mas dois diagnostiscos iguais, ja mandei fazer os oculos ficam prontos no próximo dia 28, agora é pedir a Deus que ela se adapte bem, o mais espantoso é que disseram que é genetico, mas ja verifiquei até os bisavós meus e do pai, e não existe caso na familia, ela por enquanto ta achando o maximo, participou da escolha da armação, escolheu uma rosa clara de borboletas na lateral,ela adora borboletas, mas em nome de Jesus vai dar tudo certo.

    • Oi, Silene!
      O primeiro impacto sempre é um susto, né? Mas tudo dá certo, sim! Minha sobrinha de 8 anos tb está usando um de borboletinhas… e está muito fofa! Obrigada pela partilha!
      Beijos,
      Marusia

  6. Meu filho de sete anos esta usando óculos ha algumas semanas. No principio muito empolgado com a escolha da armação, etc. Mas no primeiro dia na escola já foi alvo das gracinhas dos colegas. Chegou em casa todo envergonhado e resistindo pra usar seus óculos. Agora sempre que vejo algum super herói ou cantor ou desenho animado de óculos mostro pra ele para anima-lo. Também precisei usar óculos na infância, preciso ainda hoje, mas creio que no nosso tempo era muito pior. Hoje tem muita gente usando so porque e moda.

    • Oi, Barbara!
      É um desafio mesmo, mas, quando se tem apoio de quem ama a gente, o caminho fica mais seguro! Bem-vinda ao blog, obrigada pela partilha!
      Beijos,
      Marusia

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s