Lembranças de infância

Meu irmão (fofo!)  me enviou, por e-mail, uma apresentação de slides chamada “Melhores momentos da vida”, lembrando da nossa infância. Reproduzo, abaixo, trechos do texto e algumas fotos.  Os comentários são originais da apresentação. Há coisas que não concordo e até dou risada (e pontuei com “Marusia fala”), mas é um verdadeiro almanaque para os trintões como eu.

“Melhores Momentos da Vida

Atenção: Você vai entrar agora numa viagem fantástica aos melhores momentos de nossas vidas!!! 

Ótimos desenhos animados… Sem essa violência de hoje em dia… (Marusia fala: Tom & Jerry eram os próprios Comichão e Coçadinha! Violência pura! rs)

ARMAÇÃO ILIMITADA – Nossa…. Como isso era legal demais!!! Não é por nada não, mas dá de 1000 a zero na Malhação… 

CHIPS! Hoje a molecada só conhece aquele salgadinho! 

MACGYVER – Se dessem pra ele um chiclete e uma bola de gude ele fazia uma bomba… o cabelo ditou moda. 

RAINHA DA SUCATA, PÃO PÃO BEIJO BEIJO – Ótimas novelas… (Marusia fala: há controvérsias…)

Dengue, Praga, Xuxa novinha e Paquitas. 

BANCO IMOBILIÁRIO – Esse jogo é antológico. O negócio era comprar o Brooklin e o Morumbi, pois tirava todo o dinheiro de quem caísse ali. E a prisão, então, nem se fala!!! 

FUTEBOL DE BOTÃO – Isso era bom demais … Fazíamos campeonatos entre os amigos do bairro. Isso sem contar com aquele tabuleiro “campo”, todo empenado porque algum mané tinha esquecido no quintal e tomou aquela chuva. 

ATARI  – Delírio da gurizada… Tardes a fio jogando, trocando cartuchos com os colegas! 

ALL STAR – Fala sério, quem nunca  usou um desses?… All Star cano longo era show de bola. 

BLITZ  – Altas festinhas ao som da Blitz… “Perdi meu amor, no paraíso, dou tudo que eu tenhooo…” 

BOZO – Ahahaha… que palhaço feio!!! Lembram do seu assistente, o “garoto Juca”? 

Para tudo!!! O que você vai ver agora é simplesmente fantástico… 

FIAT 147 SPAZIO – Olhem só no detalhe os faróis de milha, isso era chique demais … (Marusia fala: Vixe!)

Karaka … será que ainda existe Mobilete? Minha irmã teve uma monark … Hehehe … saía uma fumaça desgraçada. 

CALOI DOBRÁVEL – Essa bicicleta é antológica, mas só os Nerds é que gostavam. Caloi Ceci, Monareta…

CIGARRO DE CHOCOLATE – Ahahahahahahaha… Sem comentários!!! Eu odiava quando ia retirar o papel e o cigarrinho quebrava!  (Marusia fala: não é incrível o que a indústria do tabaco fazia?)

Quem nunca brincou com ESTILINGUE? Era cada pedrada no dedão que vou te contar, doía muito!!! Isso sem contar
quando o “soro” ou borracha escapava da “forquilha” e dava na nossa cara… 

MINI-COKE – Todo mundo queria colecionar. Rolava altos papos que se a gente tomasse o líquido de dentro, morria… 

FALCON – AHAHAHAHAHA… Esse é o pai dos Comandos em Ação, o cabelo dele parecia de verdade!!! Lembram daquele modelo que se chamava Falcon Olhos de Águia, e do inimigo n° 1 dele… O Torak?!! 

GELEKA – Tinha que cuidar pra não cair na areia, senão… 

MUPPET BABIES – O Caco! Essa série era muito legal… “Animal come, animal come” 

GENIUS – Esse jogo era muito massa… Mas só anormais conseguiam passar da quinta ou sexta rodada!!! E só filhinho de papai tinha. 

GROSELHA – Isso deixava a língua tingida!!! Minha mãe vivia fazendo suco com esse negócio aí!!! (credo!) 

MÁQUINA FOTOGRÁFICA INSTAMATIC 124 – Lembram que esse flash queimava a mão se você disparasse a máquina segurando no flash? 

KRI – Esse foi o avô do Crush! Lembram que, na propaganda desse chocolate, quando as pessoas mordiam tremia tudo em volta??? 

LUDO – Ahhhh, fala a verdade, quem é que nunca jogou Ludo? 

MENUDO – Ahahahaha, olha o Rick Martin! Mulherada, olha só o tipo dos caras que vocês achavam lindos…  

MINI CHICLETES – Um dia eu fui num boteco de periferia e vi esse chiclete… (vai ver que faz uns 10 anos que tá lá) mas ainda vendem por aí… 

ODISSEY – Concorrente frustrado do Atari… Nunca deu muito certo!!! 

PLAYMOBIL – Putz… Lembrei do meu Playmobil Velho Oeste. Também tinha Astronauta, Hospital, Forte Apache… 

ZACARIAS E MUSSUM – Sem comentários para esses dois … ícones no humor do Brasil. Quantas  saudades … 

OS TRAPALHÕES – Nessa época os filmes eram muito legais… 

TREM DA ALEGRIA – Só lembro que as menininhas queriam namorar com o Luciano, e que a piazada queria dar uns beijos na Patrícia… (depois virou Patrícia Marx, quis dar uma de Lisa Stansfield e sumiu do mapa) 

SUPER TRUNFO – Ahahahaha… Lembro que no colégio era só molecada pra lá e pra cá com esse “baralhinho”. Eu tinha um de tanques de guerra, e um de fórmula um!!! 

CHOCOLATES SURPRESA – Quem tem a figura do Mutum??? 

PEGA-VARETAS – Tem que ter paciência!!! 

CAVALO DE FOGO – Eu gostava dos monstrinhos da bruxa!!! 

JASPION – NÃO VIA A HORA DE CHEGAR DO COLÉGIO!!! SÓ PRA ASSISTIR 

DIP N’LIK – Era azedinho… 

TOPO GIGIO – Tenho um amigo com as orelhas parecidas!!!!! 

FITAS BASF – Para  gravar Balão Mágico!!!! 

3 EM 1 – Som maneiro – Gravava Basf neste aparelho… 

AQUAPLAY – Gostava de quebrar pra poder mexer nos bichinhos…. 

FRITOPAN – Esse era muito bom, apesar de engordurado pacas!!  Eram umas massas durinhas parecidas com lasanha crua e você fritava… nossa, como era bom!! Esses dias encontrei uma imitação de Fritopan, a massinha era igual… 

DADINHOS DIZIOLI – Graças a Deus ainda existem os Dadinhos…esses dias eu comi depois de muuuuitos anos… Muito bom esse docinho de amendoim… 

Quem não se lembra desses doces? POIS É, VOCÊ SE LEMBROU DE ALGUM? ENTÃO VOCÊ É UM SOBREVIVENTE DE UMA ÉPOCA DE OURO !!! 

Anos 70 e 80 

Se você não se lembra de nada disso, sinto muito. Com toda certeza, você não sabe o que é FELICIDADE!!!”

(Apresentação de slides Melhores Momentos da Vida)

Marusia fala

É lógico que a infância não pode ser reduzida a objetos como brinquedos, jogos e carros, além de programas de TV e guloseimas. A infância – aliás, a vida – é feita de momentos, transformados depois em lembranças, que tendem a ser romantizadas à medida que envelhecemos. E são essas lembranças que os brinquedos, jogos, programas de TV, carros e guloseimas evocam. É disso que a mensagem fala. Devo dizer: fiquei com saudade, sim… 

Mas, em vez de parar no tempo e lamentar a infância perdida, podemos nos lançar a duas tarefas:

  1. Valorizar nossa criança interior. Precisamos de mais leveza, mais inocência, mais bom-humor. Sempre.
  2. Observar se nossas crianças também estão tendo acesso a momentos lindos e inesquecíveis. Ressalto que isso não é missão exclusiva das mães. Inclui pais, irmãos, família, professores. E também agrega experiências cultivadas pela própria criança.

No futuro, quando meus filhos tiverem 30 anos, espero que eles possam escrever mensagens dizendo que também sabem o que é a FELICIDADE. 

Melhores momentos da vida: décadas de 2000 e 2010 – em 2030:

Nós tínhamos um jogo interativo chamado Wii que era muuuuuito divertido! E ninguém podia nos chamar de sedentários… 

Mii Wii da mamãe, Marusia. (Igualzinha!!!)

Jogávamos Go-gos. 

Podíamos assistir a um filme quantas vezes quiséssemos no DVD, sem pausar… Os incríveis, Toy Story, Nemo, Shrek, A era do gelo… Quanto desenho bom!! Castelo Ratimbum… 

Tínhamos Os saltimbancos, A arca de Noé, coleção Disquinho, não em LP, mas em CD. E Palavra Cantada, também. 

Tínhamos computador, internet (estamos falando da parte boa), e-mail, Google. Bibliotecas repletas de informação do mundo inteiro a um clique. 

Brincávamos em piscina de bolinha – no tempo da minha mãe, não tinha. 

No tempo da minha mãe também não tinha parque aquático com toboágua, nem piscina salinizada e aquecida. Nem boia de espaguete (que, a propósito, foi inventada por um brasileiro chamado Adriano Luiz Carneiro Sabino). 

Também usávamos filtro solar. Minha mãe falava que “descascava” a pele no verão. Nem sei o que é isso. 

GERAS/Stock Xchng

O carro da minha mãe era bicombustível. Air bag e cadeirinha eram obrigatórios. 

Tomamos vacina de catapora, meningite C, hepatite A. Meu irmão caçula até tomou de rotavírus. 

Ninguém podia fumar em lugar público fechado. Minha mãe disse que, antes, até no avião era permitido fumar! 

Vivíamos em uma democracia, sem inflação, sob uma Constituição feita pelo Parlamento (por mais defeitos que tivesse). 

Constituição Cidadã

Manifestação de jovens

Ainda conseguia brincar “debaixo do bloco”. 

 Enfim… também tive uma infância muito feliz!!!!

Anúncios

6 pensamentos sobre “Lembranças de infância

  1. Muito bom!!!
    A vida passa, é natural, mas a beleza e a felicidade estão eternamente disponíveis… basta “ajustarmos” as nossas lentes!
    Me dá orgulho ser mencionado neste blog!
    Antonio
    (o irmão fofo).

  2. Nossa! Que delícia é recordar! Como sempre nos lembra a mamy de vocês, querida tia Ede, re-cordar = colocar denovo no coração. Meu coração ficou feliz com as memórias e, ao mesmo tempo, empolgadíssimo com a proposta de Marusia de não ficar na melancolia saudosista, mas investir no presente. Ainda mais agora, com minha amada Isabela! Que venham a criatividade, a alegria e a paz! Nossos pequenos merecem e nós também!
    Dri (esposa do irmão fofo)

    • Oi, Dri,
      meu coração também fica tão feliz com seu carinho! Saiba que para mim você não é a esposa do irmão fofo: é uma das minhas irmãs fofas!
      Marusia

  3. Oi Marusia,

    Nem li tudo que há no seu Blog mas já adorei…
    Tenho duas filhas com 10 anos de diferença (7 e 17), e é assim mesmo, do jeitinho que vc falou… a gente sente e sabe. A conexão está para além da compreensão. Ponto. E quanto a gente tem essa conexão de sentir e saber, nada surpreende e nada magoa. A maternidade sempre foi uma coisa simples e natural para mim. Inevitável e necessária também. Sm stress e sem neuras. Movo meu pensar, sentir e agir pelo meu amor totalmente incondicional por elas. Isso sem jamais me esquecer de quem eu sou e de minhas próprias necessidades. Uma das bases? A confiança. Elas em mim e eu nelas. A colheita? Me divirto de montão quando estou com elas… e gargalhadas fazem parte do meu dia-a-dia…

    • Oi, Helena,
      para mim é muito bom e muito oportuno o seu comentário! Amor, identidade, confiança e diversão são, realmente, requisitos imprescindíveis nessa fascinante viagem que é maternidade!
      Um beijo,
      Marusia

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s