Os segredos das supermulheres – análise

Matéria publicada na Revista Claudia Bebê nº 523b

 “Os segredos das supermulheres

Cinco profissionais com rotinas marcadas por longas horas de trabalho e muito stress mostram que, com amor e sabedoria, dá para viver intensamente a maternidade sem abrir mão da carreira.”

Os segredos, segundo a reportagem:

Profissão Coordenadora de relações públicas e marketing de uma grande empresa de eletrônicos
Carga horária 14h
Filhos Trigêmeos de 11 meses
O suporte Não informado
Como dá conta Explica que está saindo para trabalhar; Liga pelo menos 2 vezes; Nos fins-de-semana dedica-se às crianças, desliga o telefone
   
Profissão Médica anestesista
Carga horária Dois hospitais com dois plantões de final de semana por mês
Filhos Uma menina de 1 ano
O suporte Berçário próximo ao trabalho Funcionária do próprio berçário quando tem plantão e o marido, que é médico, também
Como dá conta Desligou das emergências; Vê a filha nos intervalos; Quando sai cedo, brinca; Espera a filha dormir
   
Profissão Comissária de bordo
Carga horária Jornadas que exigem vários dias fora de casa
Filhos 1 filho de 10 meses
O suporte Escola maternal; Avó materna; Marido
Como dá conta Nos fins de semana de folga, deixa tudo; Marido e filho acompanham em voos longos
   
Profissão Representante comercial
Carga horária 12 horas; Viagens pelo Brasil
Filhos Gêmeas de 1 ano
O suporte Enfermeira experiente; Pessoa para cuidar da casa; Ajudante que cobre folgas; Escola em tempo integral
Como dá conta Monta um cardápio com ajuda do pediatra; Dispensa as auxiliares à noite, fazendo papinha, contando histórias; Ajudantes anotam tudo em uma caderneta
   
Profissão Capitã do Corpo de Bombeiros
Carga horária Das 8h às 17h, fora atendimentos de emergência até de madrugada
Filhos Um filho de 2 e um de 4 anos
O suporte Marido
Como dá conta Quando está em casa é o centro das atenções; A hora do jantar é sagrada, quando todos conversam; Se leva trabalho para casa, só inicia depois que filhos dormiram

 

Análise

 Segundo a matéria, para ser supermulher, é preciso trabalhar fora em longas jornadas, e conciliar com amor a maternidade. Mas o que se depreende é que a maternidade se dá sempre nas sobras de tempo.

Na verdade, o “segredo” para dar conta está no suporte que elas têm: ajudantes domésticas, berçários, maridos, avós. A reportagem, entretanto, silencia sobre os superpoderes dessas pessoas que ficam com as crianças a maior parte do dia.

Veja também: Os segredos das supermulheres – Marusia fala

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s