Cadê o barrigão? Marusia fala

O curioso é ver que os ginecologistas citados na matéria “Cadê o barrigão?” são todos homens. O que mais me chamou a atenção foi este:

“Uma mulher gorda amamentando, há dez anos, era sinal de saúde. No período de seis semanas pós-parto, o chamado resguardo, não se exigia nada [grifo meu] da mulher, nem beleza. Ela ficava lá, “chocando”, diz Wladimir Taborda, coordenador de ginecologia e obstetrícia do Hospital Albert Einstein, em São Paulo.

 Como se cuidar de um recém-nascido fosse “nada”. O que a natureza levou 9 meses para fazer não se desfaz no dia seguinte. E impressionante como voltar à forma a qualquer custo está virando uma verdadeira obsessão para as celebridades e para as mortais.

 Respeite seu corpo, seu ritmo, sua saúde e seu bem-estar. Para quem disser o oposto, mande CATAR COQUINHO. (A propósito, água de coco é ótima no pós-parto…)

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s